Você está aqui: Skip Navigation LinksHome » História do Município »
História do Município


Igaratá
Imagem da Velha Igaratá, submersa pelas águas do Rio Jaguari

 

O nome “Igaratá” vem do Tupi – “Igara” significa barco/barca, canoa indígena. O significado mais conhecido é “canoa alta”, porém há registros do significado ser “canoa grande”, ou "canoa forte ou resistente".

Não há registros que conte toda a origem do povoado de Igaratá. Nascida no fundo do vale do rio do Peixe, quase na confluência do rio Jaguari, surgiu o pequeno amontoado de casas em torno de uma capela. Nem mesmo anotações batismais ou de casamentos registram a passagem das missões pela aldeia. O primeiro registro oficial marca o início da primeira fase da história da cidade. No dia 19 de abril de 1864, a Capela de Nossa Senhora do Patrocínio é levada à categoria de Freguesia e anexada à Comarca de São José dos Paraitininga. Quatro anos depois, no dia 9 de Maio de 1.868, a Freguesia muda de Comarca, com anexação ao município de Santa Isabel.

Em 23 de abril de 1863, com o mesmo nome, pela lei n.º 80 do Imperador, foi transformada em Município e anexada à comarca de Jacareí. O nome Igaratá, denominação de canoas com encostados altos, utilizada pelos índios guaranis que viviam na região passou a designar o nome da cidade em 22 de dezembro de 1.906, através da lei n.º 1402.

Como município, constituiu-se apenas como distrito de paz de Igaratá, e assim foi até que, em 21 de Maio de 1934, o município foi extinto e anexado novamente a Santa Isabel. Em 1.954, pela lei 2456 de 30 de Dezembro tornou-se novamente independente e, emancipado administrativa e politicamente, condições em que permanece até hoje.

No início dos anos 60, surgiu o projeto de construção de uma represa que produzisse energia para satisfazer as necessidades de desenvolvimento do Vale do Paraíba. Por sua condição de ribeirinha do Rio Jaguari, decidiu-se sacrificar o município. Com muitos esforços e dedicação das autoridades municipais, em 1968 surgiu a esperança de se reconstruir a cidade em outro sítio. Em 24 de abril de 1969 chegaram às primeiras máquinas para a construção da Nova Igaratá, marcando o início da Segunda fase da história do Município.

A “Nova Igaratá” nasceu, oficialmente, em 5 de dezembro de 1969, a três quilômetros da “Igaratá velha”. Todos os moradores da velha foram transferidos para a nova cidade, construindo suas casas em terreno doado pela CESP (Centrais Elétricas de São Paulo). Os que eram de fora ou não moravam na cidade velha poderiam comprar terrenos, se quisessem, e no início o preço era bem baixo para incentivar e promover o progresso local. Aos poucos foi construído ginásio, escola, delegacia de polícia, prefeitura e outras repartições.

Localizada a latitude 23º12'16" sul e a longitude 46º09'22" oeste, estando a uma altitude de 745 metros do nível do mar. Sua população estimada em 2011, de acordo com o IBGE é de 8.873 habitantes.

Os municípios limítrofes são Joanópolis a norte, São José dos Campos a leste, Jacareí a sudeste, Santa Isabel a sudoeste e Nazaré Paulista e Piracaia a oeste.

Igaratá localiza-se as margens da Rodovia Dom Pedro I no quilômetro 24, no eixo São Paulo - Rio a 70 km de São Paulo, 20 km de Santa Isabel, 22 km de Jacareí, 30 km de São José dos Campos e 100 km de Campinas.

 

Histórico

O vale do Paraíba, habitado e percorrido pelos índios tamoios, teve grande importância nas incursões dos bandeirantes.

Em fins do século XVIII, a decadência da exploração de ouro em Minas Gerais possibilitou a fixação dos desbravadores, que fundaram fazendas de café, no vale. Nessa época, foi construída, às margens do Rio Jaguari, afluente do Paraíba, em território de Santa Isabel, uma capela sob a invocação de Nossa Senhora do Patrocínio, surgindo ao redor, a pequena povoação de Patrocínio de Santa Isabel.

Em 1864 foi elevado à categoria de freguesia e, em 1873, a Município. Sua denominação, no entanto, somente foi alterada para Igaratá, do tupi " ygara-atã ", significando canoa grande, em 1906.

A decadência da cafeicultura do Vale provocou uma retração no seu desenvolvimento e assim, em 1934, devido à baixa densidade urbana, o Governo do Estado reduziu Igaratá, à condição de Distrito, incorporando-o a Santa Isabel. O Município somente foi restaurado em 1953 e instalado no ano seguinte.

A construção da represa Jaguari, integrante do sistema hidrelétrico do Estado, levou a CESP-Central Elétrica de São Paulo, a iniciar, em 1969, a construção de um novo núcleo urbano para obrigar a Municipalidade de Igaratá, cuja antiga sede ficou submersa na represa. No mesmo ano as famílias igarataenses transferiram-se para a nova Igaratá.

Gentílico: igarataense

 

Formação Administrativa

Freguesia criada com a denominação de Patrocínio Santa Isabel, por lei provincial no 24, de 19­04-1864, subordinado ao município de São José do Paraíba.

Pela lei provincial n.º 64, de 09-05-1868, transfere a freguesia de Patrocínio de Santa Isabel para o município de Santa Isabel.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Patrocínio de Santa Isabel ou Nossa Senhora do Patrocínio de Santa Isabel, por lei provincial nº 80, de 23-04-1873, desmembrado de Santa Isabel. Constituído do distrito sede.

Elevado à condição de cidade, por Lei Estadual nº 1038, de 19-12-1906. Pela Lei Estadual nº 1042, de 22-12-1906, o município de Patrocínio de Santa Isabel passou a denominar-se Igaratá. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede. Pelo decreto estadual nº 6448, de 21-05-1934, o município de Igaratá foi extinto, sendo seu território anexado ao município de Santa Isabel. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Igaratá figura no município de Santa Isabel. Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Igaratá permanece no município de Santa Isabel.

Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Igaratá, pela lei e




Cadastre-se

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES ATUALIZADAS

Nome E-mail

Previsão do Tempo

Visitas/Acessos

90713 Total de Visitantes
212 Usuários Conectados
home noticias mapa erro contato
 


Seu Nome
Seu E-mail
Comente
 
 
 
Selecione
Seu nome
Seu E-mail
Comente